Diário de Bordo 08/05 – Dia de decisões difíceis a serem tomadas. Algumas baixas no grupo…

O dia amanheceu, e enquanto eu estava na auto-elétrica e a galera espalhada em Santarém, o Busão estava desmontando o eixo pra ser levado pra retífica para fazer um serviço mais seguro e outros carros com reparos menores, passavam mil coisas na minha cabeça. Como estávamos atrasados no cronograma, estava pensando em abortar o trecho Santarém-Itaituba-Juruti e pegar a balsa em Santarém para Santana do Tapará.

Uma galera já estava estressada, como o grupo era grande, haviam várias divergências de opiniões. O dia foi passando, os carros foram ficando prontos e eu fui conversando com o pessoal em Santarém sobre a minha ideia e todos que estavam lá, ficaram de acordo. Faltava então conversar como pessoal que estava em Alter do Chão.

Peguei o Azulão a noite e segui para Alter do Chão onde encontrei a galera reunida em uma pizzaria e conversei com todos que concordaram também em abortar o trajeto.

Naquela altura, a L-200 do Werismar, não teria mais condições de seguir conosco ( cabeçote da L-200 trincado). Os carros do Nordeste também já iriam, por motivos particulares, retornar aos seus Estados, nosso amigo Felipe, zequinha do Digão também por problemas familiares retornou a Porto Alegre.

Ficamos então, apenas o Azulão, as duas Bandeirantes de Bragança, a Engesa e a Fubica de Macapá e os cinco jipes do Rio de Janeiro.

Voltei para Santarém onde a turma se reuniria para seguirmos então de balsa para Santana do Tapará.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>